Mostrar mensagens com a etiqueta incêndio. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta incêndio. Mostrar todas as mensagens

terça-feira, junho 22, 2010

Inscrições na IV Jornada de Análise ao Incêndio de Famalicão - Guarda

Já está disponível a aplicação para inscrição na IV Jornada de Análise ao Incêndio de Famalicão - Guarda.

...
Noutros países do mundo, os locais onde se dão acidentes com bombeiros servem como espaços de investigação e de aprendizagem, especialmente no que diz respeito ao fenómeno “Blow-up” ou “efeito chaminé” (como vulgarmente é conhecido no seio dos bombeiros). Nesses espaços de investigação e reflexão são recolhidos ensinamentos que ajudam a educar e sensibilizar os bombeiros para a importância dos equipamentos de protecção individual e assim tentar evitar tragédias similares.

Este evento é organizado em colaboração pela Associação Amigos Bombeirosdistritoguarda.com (AABDG), pelo Projecto Sérgio Rocha e pelo Centro de Estudos de Incêndios Florestais (CEIF), e terá o apoio de diversas entidades ligadas à Protecção Civil. Os trabalhos serão conduzidos pelos organizadores
.

No dia
10 de JULHO de 2010, junte-se a nós na reflexão aprofundada sobre o acidente ocorrido a 9 de Julho de 2006 em Famalicão da Serra e na singela homenagem aos companheiros falecidos em combate. As conferências e a preparação do “staff-ride” ocorrerão na Casa da Cultura de Famalicão.

Programa (provisório)


09:30 - Sessão de abertura

09:45 às 12:30 - Curso de Protecção Individual no Combate a Incêndios Florestais

12:30 - Almoço

14:30 - “Staff-ride” (Visita de estudo ao local do acidente)

17:30 - Final das Jornadas


- A inscrição custa 15 euros (até ao dia 6 de Julho de 2010), com direito a refeições e entrada gratuita nas actividades, por pessoa, sendo que crianças com menos de 15 anos, que acompanhem os pais, não pagam.


- O programa será actualizado brevemente com os nomes dos formadores e respectivas lições.


- Aconselham-se os participantes que pertençam a corporações de bombeiros a utilizar a farda de trabalho e os restantes participantes a trazerem roupas adequadas a caminhadas.


- Aconselha-se a deslocação dos participantes em viaturas TT, sendo que quem não as possui não fica impedido de participar.


- A inscrição ficará confirmada após a confirmação da transferência bancária para a conta da organização. O comprovativo de transferência bancária deverá ser depois digitalizado e enviado para o e-mail fornecido pela organização. Ao optar pela inscrição a partir do dia 7 de Julho, o preço da inscrição será de 25 euros.


- Demais indicações serão fornecidas pela organização após o efectuar da inscrição no portal bombeiros.pt .

domingo, maio 02, 2010

IV Jornada de Análise ao Incêndio de Famalicão da Serra

Cabe-me dar conta do estado em que se encontra a edição deste ano deste momento formativo e afectivo. Não existe ainda um programa definido, mas realizar-se-á no dia 10 de Julho de 2010. Quando houver alguma novidade, será anunciado todo o programa e toda a envolvente logística, que será à partida muito mais simples do que a do ano transacto.

sábado, dezembro 12, 2009

Cercados pelo Fogo: 2.ª parte (3)


Esta foto foi retirada do blog da Minerva Coimbra, ver aqui, e ilustra o momento em que usei da palavra no lançamento do livro "Cercados Pelo Fogo: Parte 2" (mais sobre este assunto podem ver aqui 1 e aqui 2).
Neste momento, não com a minha total vontade, tive de me virar de costas para toda a mesa. Posso dizer-vos que pedi desculpas antecipadas por este facto, apesar de ter algumas razões para o fazer a um dos elementos que por ali se sentava e que também me as virou na situação que o livro em si relata.
Como não é desse senhor que guardo a amizade, não falemos mais nele. Quero apenas dizer que gostei de estar com o Professor e de partilhar com todos os presentes mais uma vitória da competência e da humanidade. Neste caso do Professor, pois é ele o mais destacado representante de uma maneira construtiva de estar no mundo do combate a incêndios. Ter-me honrado com um convite para participar activamente no lançamento deste seu livro, honra-me muito e faz com que eu ainda o admire mais.
Já tive oportunidade de ler alguns capítulos e de perceber mais um pouco de alguns acidentes que vitimaram os bombeiros e civis que são homenageados pelo livro. Destaco aqui o capítulo que fala sobre o Daniel Ribeiro, pois tenho o prazer de conhecer o seu irmão Pedro, da Sertã. Emociona-me o relato do Professor e sinto nele aquilo que o Pedro um dia me contou. Um abraço a este e um novo agradecimento àquele.
Nada mais por agora. Espero ter um dia destes paciência para analisar o prefácio do livro.


quarta-feira, junho 24, 2009

III Jornada de Análise ao Incêndio de Famalicão

Este é o cartaz da actividade que tenho andado a organizar. Espero encontrar-vos cá!



É já no próximo dia 9 de Julho de 2009. O programa e as incrições encontram-se em: http://www.bombeiros.pt/staff_raid/jornadas.php .

segunda-feira, maio 04, 2009

Porquê e para quê? Uma questão hipócrita

1. Foi (re) lançada a campanha de prevenção de incêndios florestais para 2009. As frases que desde logo me despertaram alguma atenção foram: “A MAIOR PARTE DOS INCÊNDIOS COMEÇA COM UM ACTO NEGLIGENTE! NÃO SEJA CULPADO POR UM CRIME COMO ESTE!”. Ainda não fazendo um comentário, mas sugerindo-o, começo por caracterizar estas frases como verdadeiramente hipócritas ou, se assim o quiserem, como afirmações enganosas.

2. O Dicionário Houaiss (o dicionário mais global no que diz respeito à Língua Portuguesa) define desta forma a palavra HIPOCRISIA: substantivo feminino 1. Característica do que é hipócrita; falsidade, dissimulação. 2. Acto ou efeito de fingir, de dissimular os verdadeiros sentimentos, intenções; fingimento, falsidade. 3. Carácter daquilo que carece de sinceridade. Esta definição é a leitura mais objectiva e mais clara do sentimento que me percorre de cada vez que tenho de ver na televisão ou de ouvir na rádio o spot publicitário que pretende alertar a sociedade civil para os perigos dos incêndios.

3. Portugal é um país pródigo a afirmar aquilo que não se vem a verificar. Sinto-o na pele e está na altura de o partilhar convosco. Estamos perto de atingir os três anos do Acidente de Famalicão da Serra – incêndio onde perdeu a vida o meu irmão e onde várias famílias ficaram irremediavelmente destroçadas. Não o digo apenas pela minha. Depois desse triste dia, houve um compromisso das autoridades que tinha como intenção o efectivo castigo dos CRIMES cometidos. Isso está comprovado nas palavras ditas e repetidas no lançamento das campanhas de prevenção de incêndios que se seguiram (ver:
Link Eco; Link TVI; Link SIC; Link RTP).

4. Hoje: a hipocrisia continua e é clara. A investigação, às causas que originaram o incêndio, parou no ponto em que o incendiário é visto como um pobre coitado que teve um azar. O ministério público não reabre novas investigações apesar de haver informações que dão como certo um “comportamento negligente” e consciente. Toda a gente assobia para o lado, não querendo afirmar o que realmente aconteceu. Não, posso dizer-vos com toda a certeza: a culpa não está na faísca, está na queimada.

5. Senhor Presidente da República, Senhores Ministros, Senhor Procurador Geral, demais Senhores responsáveis: não é com a mentira ou com a ameaça oca que o problema dos incêndios se resolve. Um mentiroso negligente está a viver impunemente, enquanto há várias pessoas que desde 9 de Julho de 2006 sofrem. Senhores, chega de promessas adiadas e de falsas ameaças, deixem-se de hipocrisias. Castiguem quem devem castigar e não tenham medo de perder votos (ver:
Link Expresso).

Famalicão da Serra, 02 de Maio de 2009
Daniel António Neto Rocha
.
(Texto publicado no Portal Bombeiros.pt - 4 a 10 de Maio de 2009, e disponível no link: http://www.bombeiros.pt/entrevista/entrevista.php?id=24)