Mostrar mensagens com a etiqueta Pinhel. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta Pinhel. Mostrar todas as mensagens

sexta-feira, agosto 14, 2015

25 de Agosto em Pinhel: "História Breve de Pinhel em Um Acto"


A convite do Município de Pinhel, o Teatro do Imaginário prepara-se para apresentar a “História Breve de Pinhel em Um Acto”, peça que tem estreia marcada para dia 25 de agosto, Dia da Cidade, pelas 10.00h, junto à Casa Grande (antigo edifício da Câmara Municipal de Pinhel).

A "História Breve de Pinhel em Um Acto" é uma emocionante viagem teatral por alguns dos momentos mais marcantes da história de Pinhel, desde a presença árabe até à proclamação da República.
Escrita e encenada por Daniel António Neto Rocha para o Teatro do Imaginário (Manigoto | Pinhel), esta peça apoia-se na história e nas estórias locais para fazer uma visita inovadora a Pinhel e às suas gentes, convocando personagens lendárias e reais, e até figuras da ficção camiliana.

E no elenco, temos:

Moura – Suzete Marques
Cruzado – César Prata
Povoadores – Daniel Ferreira, Raquel Castelo e Matilde Marques
Frades – José Martins Ferreira, Bernardo Bernardino e Diogo Bernardino
Rei D. Dinis – José Francisco Santos
Populares – Maria Gonçalves, Armanda Morgado, Raquel Castelo, Matilde Marques, Sofia Paulino
Homem – Daniel Rocha
Diabretes – Margarida Morgado, João Marques, Eduardo Silva, Maria Luísa Mesquita, Salomé Simões Monteiro
Coutinhos – Daniel Ferreira, Bernardo Bernardino e Diogo Bernardino
Rei D. João II – Daniel Rocha
Rui de Nelas – José Martins Ferreira
D. Eugénia – Ana Mesquita
Brásia – Fernanda Fernandes
Rei D. Luís I – Daniel Rocha
Rei D. Carlos I – José Francisco Santos

terça-feira, fevereiro 17, 2015

"O Bem e o Mal" recebeu os visitantes da Feira das Tradições em Pinhel

Uma pequena brincadeira fez com que algumas personagens de "O Bem e o Mal", a peça que o Teatro do Imaginário tem em itinerância, estivessem a receber os visitantes durante a abertura da 20.ª Feira das Tradições de Pinhel, no passado dia 13 de Fevereiro. A cena, que envolve Rui de Nelas, a Criada, Cristina e Casimiro, tem como foco de atenção o Presidente da Câmara de Pinhel. Um pequeno momento cómico que, de certeza, os visitantes apreciaram e os actores souberam embelezar. Só tenho pena de não ter podido estar presente...
Eis algumas fotos do Município de Pinhel.






terça-feira, janeiro 20, 2015

"O Bem e o Mal" em Celorico da Beira, dia 31 de Janeiro

O Centro Cultural de Celorico da Beira é o local da primeira paragem do Teatro do Imaginário (do Grupo dos Amigos do Manigoto) em 2015!

É já no dia 31 de Janeiro, às 21h30, que "O Bem e o Mal" volta a abrir o pano.

 
 
 
O Bem e o Mal

de Camilo Castelo Branco



Teatro do Imaginário



A nova peça do Teatro do Imaginário, a adaptação por Daniel António Neto Rocha do romance de Camilo Castelo Branco “O Bem e o Mal”, pretende celebrar em 2015 os 190 anos do nascimento deste grande nome das letras portuguesas.

A peça “O Bem e o Mal” surgiu do desafio que o Município de Pinhel fez a este grupo de teatro do seu concelho, após a inauguração do monumento que este município dedicou ao grande autor português por ocasião das celebrações dos 150 anos deste romance dedicado a Pinhel e às suas gentes. O Grupo de Amigos do Manigoto e o Município de Pinhel associaram-se então numa produção conjunta que irá agora percorrer o país.
A estreia aconteceu no dia 6 de Dezembro no Cine-Teatro São Luís, em Pinhel, tendo havido outra representação no dia 7 de Dezembro no mesmo local. Ambas com lotação esgotada.
Um reportagem televisiva da estreia pode ser vista na seguinte ligação: http://videos.sapo.pt/EcBIrolz6sKPKFF7vp1Z
 

Sinopse

“O Bem e o Mal” é uma história de encontros nas terras fidalgas de Pinhel no século XIX. Inicialmente, no centro da acção está Ladislau Tibério Militão, descendente directo de um ramo de santidade e de dedicação à Igreja, que encontrará a sua vocação nos olhos de Peregrina. Este encontro desenrolará, então, um conjunto de conflitos geracionais com um final inesperado. (duração aproximada - 1 hora)  

quarta-feira, janeiro 14, 2015

"O Bem e o Mal": informações e contactos para apresentações

(Download da informação AQUI)



O Bem e o Mal

de Camilo Castelo Branco



Teatro do Imaginário



A nova peça do Teatro do Imaginário, a adaptação por Daniel António Neto Rocha do romance de Camilo Castelo Branco “O Bem e o Mal”, pretende celebrar em 2015 os 190 anos do nascimento deste grande nome das letras portuguesas.

A peça “O Bem e o Mal” surgiu do desafio que o Município de Pinhel fez a este grupo de teatro do seu concelho, após a inauguração do monumento que este município dedicou ao grande autor português por ocasião das celebrações dos 150 anos deste romance dedicado a Pinhel e às suas gentes. O Grupo de Amigos do Manigoto e o Município de Pinhel associaram-se então numa produção conjunta que irá agora percorrer o país.
A estreia aconteceu no dia 6 de Dezembro no Cine-Teatro São Luís, em Pinhel, tendo havido outra representação no dia 7 de Dezembro no mesmo local. Ambas com lotação esgotada.
Um reportagem televisiva da estreia pode ser vista na seguinte ligação: http://videos.sapo.pt/EcBIrolz6sKPKFF7vp1Z

 

Sinopse

“O Bem e o Mal” é uma história de encontros nas terras fidalgas de Pinhel no século XIX. Inicialmente, no centro da acção está Ladislau Tibério Militão, descendente directo de um ramo de santidade e de dedicação à Igreja, que encontrará a sua vocação nos olhos de Peregrina. Este encontro desenrolará, então, um conjunto de conflitos geracionais com um final inesperado. (duração aproximada - 1 hora)   



Ficha Técnica
Adaptação dramatúrgica e encenação: Daniel António Neto Rocha  /  Interpretação: Fernanda Fernandes, Daniel Ferreira, Raquel Castelo, José Ferreira, Ana Mesquita, Sofia Paulino, Diogo Paulino, Diogo Cerdeira, Bernardo Cerdeira, Maria Luísa Mesquita, Maria Gonçalves e Daniel Rocha  /  Desenho de luz e luminotecnia: António Freixo  /  Operação de som: Roberto Gama  /  Figurinos: Fátima Ferreira  /  Vídeo: Nuno Martins  /  Crianças no vídeo: Matilde Marques e Eduardo Silva  /  Fotografia: Arménio Bernardo  /  Co-produção: Município de Pinhel e Grupo de Amigos do Manigoto


 
Condições de Contratação e mais Informações

Contactar

José Martins Ferreira - teatrodoimaginario@gmail.com

sexta-feira, dezembro 12, 2014

segunda-feira, dezembro 08, 2014

"O Bem e o Mal": pronto para correr mundo



Um grande momento de Teatro, na minha modesta opinião, e um espectáculo que merece ser visto por muita gente. Não dizendo ainda tudo aquilo que sinto, convém referir que o trabalho árduo, mas responsável e profissional, faz bons frutos e pessoas alegres. E são os sorrisos, as lágrimas e o sentimento de dever cumprido que fazem com que todo o esforço e dedicação que tivemos e ainda iremos manter valha a pena. Da minha parte, estão todos de parabéns!
Agora, esperemos pelos convites e por mais representações por esse mundo fora, pois toda a gente merece ver um trabalho bem feito!

Foto do Município de Pinhel

quarta-feira, dezembro 03, 2014

Este fim-de-semana é com "O Bem e o Mal"


A não perder!


Notícia
Desafiado pelo Município de Pinhel, o Teatro do Imaginário (do Grupo de Amigos do Manigoto) prepara-se para levar a palco “O Bem e o Mal”, numa adaptação do famoso romance de Camilo Castelo Branco que fala de Pinhel e das suas gentes.
No próximo dia 6 de dezembro, o Teatro do Imaginário (do Grupo de Amigos do Manigoto) fará a estreia do seu novo espetáculo teatral “O Bem e o Mal”, uma adaptação do romance homónimo de Camilo Castelo Branco feita por Daniel António Neto Rocha.
A ideia de construir uma peça com este romance de Camilo Castelo Branco, “O Bem e o Mal”, surgiu ao Teatro do Imaginário em julho do corrente ano, quando o Município de Pinhel desafiou este grupo de teatro amador do concelho a construir uma representação teatral que acompanhasse a inauguração do monumento que a autarquia dedicou ao grande autor português por ocasião das celebrações dos 150 anos deste romance dedicado a Pinhel e às suas gentes.
Para esta inauguração, o encenador e escritor Daniel Rocha propôs ao Teatro do Imaginário a preparação de uma adaptação teatral de alguns capítulos daquele romance. A receção por parte do público e o gosto de representar Camilo e as suas personagens levou a que a o Grupo de Amigos do Manigoto e o Município de Pinhel decidissem avançar com uma produção conjunta da adaptação para teatro de toda a obra.
A peça “O Bem e o Mal” terá então a sua estreia no próximo dia 6 de dezembro, no Cineteatro São Luís, em Pinhel, havendo outra representação no dia seguinte, 7 de dezembro, no mesmo local.
O Teatro do Imaginário tem também a intenção de levar esta peça a outros pontos do distrito e do país, de forma a divulgar o seu trabalho, mas também para divulgar a obra de um dos mais geniais autores portugueses de sempre.

Sinopse
“O Bem e o Mal” é uma história de encontros nas terras fidalgas de Pinhel, no século XIX. Inicialmente, no centro da ação está Ladislau Tibério Militão, descendente direto de um ramo de santidade e de dedicação à Igreja, que encontrará a sua vocação nos olhos de Peregrina. Este encontro desenrolará, então, um conjunto de conflitos geracionais com um final inesperado.


Ficha técnica:
 
Adaptação para Teatro do romance de Camilo Castelo Branco “O Bem e o Mal”
 
Co-produção: Município de Pinhel e Teatro do Imaginário
Apresentação: Teatro do Imaginário | Manigoto
Adaptação Dramatúrgica e Encenação: Daniel António Neto Rocha
Interpretação: Ana Mesquita, Bernardo Cerdeira, Daniel Ferreira, Daniel Rocha, Diogo Cerdeira, Diogo Paulino, Fernanda Fernandes, José Ferreira, Maria Gonçalves, Maria Luísa Mesquita, Raquel Castelo e Sofia Paulino
Desenho de Luz e Luminotecnia: António Freixo
Operação de som: Roberto Gama

quinta-feira, novembro 27, 2014

segunda-feira, outubro 13, 2014

quinta-feira, agosto 28, 2014

Momentos em imagem #21 - Eu, o GAM e Camilo

(Foto de Eunice Lopes)

(Foto de Eunice Lopes)
(Foto do Município de Pinhel)


Na passada segunda-feira, dia 25, apresentámos em Pinhel um pouco do romance "O Bem e o Mal", de Camilo Castelo Branco, numa adaptação para teatro preparada por mim. Foi mais um trabalho intenso e exigente para todos os que compõem o Teatro do Imaginário e o Grupo de Amigos do Manigoto (GAM), mas que nos deu um grande gozo e, penso que a todos, uma imensa satisfação. Espero que o resultado final possa ter sido do agrado de todos aqueles que assistiram e também da memória de Camilo Castelo Branco. 

À Fernanda Fernandes, ao Daniel Ferreira, à Raquel Castelo, ao José Martins Ferreira e à Ana Mesquita, fica um agradecimento pela dedicação e profissionalismo que empregaram na construção das suas personagens!
Ao Roberto, um obrigado pelo esforço e cuidado para fazer com que a música e o som desta peça fossem uma realidade!
E a todos aqueles que se esforçaram por nos ajudar a conseguir todas as peças de roupa para compormos um "quadro" próximo daquele que o século XIX apresenta: Centro Cultural de Famalicão da Serra, Eunice Esteves, Julieta Bico, Daniel Martins, Tânia (amiga da Ana Mesquita), e tantos outros que se esforçaram por ajudar.

(Foto de Eunice Lopes)

Ao José Martins: desculpa qualquer coisinha, especialmente o facto de te fazer voltar ao hábito paroquial!

quarta-feira, agosto 20, 2014

Dia de Pinhel com Teatro e com Camilo Castelo Branco

(A Casa de Camilo, visitada e fotografada pela família Ferreira)

(O Bem e o Mal, exemplar de edição recente fotografado pela família Ferreira)

É já no próximo dia 25 de Agosto, pelas 10:15, junto aos Paços do Concelho de Pinhel, que o Teatro do Imaginário, do Manigoto, vai responder a mais um desafio diferente do habitual. Nesse dia, será inaugurado um monumento dedicado a Camilo Castelo Branco e à obra que ele dedicou a Pinhel: O Bem e o Mal. E o desafio lançado pela Câmara Municipal de Pinhel ao Teatro do Imaginário vai ter resposta exactamente nesse momento da inauguração. É um desafio que merece destaque e que será um enriquecimento para quem o fez, neste caso a Câmara e o seu Presidente, e para quem tem o prazer de o executar, eu e todos os elementos que participam nesta representação (entre actores, técnico de som, apoio aos figurinos e todos os restantes apoios).

Serão seis os actores que vão entrar em "palco" (José Ferreira, Ana Mesquita, Fernanda Fernandes, Daniel "o novo" Ferreira, Raquel Castelo e eu). A peça é... para já surpresa (para os novos no blogue)! O texto é a duas "penas", sendo o meu texto invadido por frases de Camilo. A encenação é uma delicada viagem num curto espaço, mas onde a emoção e os encontros vão marcar lugar de destaque.

Espero que possam estar presentes e ver o fantástico esforço e dedicação que "amadores" conseguem transportar para o teatro e para a sua divulgação! A não perder... digo eu!


segunda-feira, junho 23, 2014

Sábado, o "Teatro do Imaginário" no Juízo




Fim da Visita com todo o elenco de actores - Foto do Município de Pinhel


As Casas do Juízo - Turismo de Aldeia, um espaço belíssimo e com responsáveis de mente aberta e inovadora, quiseram pautar-se pela diferença e pela originalidade na promoção da aldeia e conseguiram-no. Obrigaram-nos, porém, a uma corrida desenfreada contra o tempo de forma a que tudo fosse perfeito. E esteve muito perto dessa perfeição (que nunca se atinge). 
No Sábado, foi um gosto imenso poder estar em "palco" com onze amigos, entre actores e músico, que trabalharam bem, se divertiram e que divertiram as largas dezenas de pessoas que encheram (e dificultaram, Ufa!) as ruas para esta encenação bem diferente. Foram quase duas semanas de um trabalho intensivo e só possível com o empenho profissional de todos.
O Teatro do Imaginário, do Grupo de Amigos do Manigoto (GAM), está, pois, de parabéns pela excelente resposta que deu, provando que "outros" voos são possíveis.

Para mim, foi um prazer imenso trabalhar com gente empenhada e que, perante a exigência máxima, esteve sempre disponível com o sorriso nos lábios. Assim é bom trabalhar e correr mundo! 

Pena só a ausência do meu filhote (o meu companheiro de ensaios em casa) devido a doença, obrigando (claro está!) a minha esposa - que também acompanhou (quantas vezes forçada) a minha ladainha - a não poder estar presente. Mas estiveram ali comigo em pensamento, ajudando-me a "ganhar as Alvíssaras"!


Visita Encenada ao Juízo - Foto do Município de Pinhel

Visita Encenada ao Juízo - Foto do Município de Pinhel

quinta-feira, março 20, 2014

O Dia Mundial do Teatro em Celorico da Beira: 29 de Março "A Casa da Memória" sobe ao palco


Ter uma peça escrita por nós a servir de celebração do Dia Mundial do Teatro é um prazer! E é isso mesmo que irá acontecer já no próximo dia 29 de Março, pelas 21h30, no Centro Cultural de Celorico da Beira. O Teatro do Imaginário, do Grupo de Amigos do Manigoto, vai apresentar "A Casa da Memória" em mais um palco do distrito e espero que possam ir ver o fantástico trabalho que fazem!
Não percam! 

"Comemorando-se no dia 27 de Março o Dia Mundial do Teatro, vai esta Câmara Municipal assinalar esta data, com a apresentação, no dia 29 , Sábado, às 21.30h no Centro Cultural , da peça de teatro “A CASA DA MEMÓRIA”, pelo Teatro do Imaginário – Grupo de Amigos do Manigoto.
"A Casa da Memória" é uma história de encontros e desencontros passada no centro de uma aldeia tipicamente beirã - o Manigoto. Por ali não faltam as brincadeiras de rua, as tropelias das crianças, as galinhas e os burricos, o sino a rebate, e as beatas, os padres, os apaixonados, e todo um imaginário registado desta aldeia do concelho de Pinhel. Humor e emoções, com um final em festa!
Encenação e imagem de Alexandre Sampaio a partir da obra “A Casa da Memória” de Daniel António Neto Rocha
Interpretação de: Ana Mesquita, Bernardo Cerdeira, Daniel Ferreira, Diogo Cerdeira, Diogo Paulino, Fernanda Fernandes, José Ferreira, Maria Gonçalves, Maria Luisa Mesquita e Sofia Paulino.
Desenho e operação de luz: António Freixo
Apoio cenográfico de : Abel Santos
" (Fonte: Câmara Municipal de Celorico da Beira)

Em Pinhel, na Feira das Tradições 2014 (4)


sábado, março 15, 2014

Em Pinhel, na Feira das Tradições 2014 (3)

Devo dizer que os responsáveis pela edição de vídeo fizeram um fantástico trabalho!


(Nota: participação do Teatro do Imaginário por volta dos 3:30 e 5:00 minutos)

terça-feira, março 04, 2014

Mais algumas fotos das representações em Pinhel

Mais algumas imagens do fim-de-semana teatral em Pinhel. O Teatro do Imaginário, do Grupo de Amigos do Manigoto (GAM), levou o teatro à Feira das Tradições e provocou sorrisos no público presente. Estas são imagens da promoção das Casas do Juízo, casas de Turismo Rural em Juízo, no concelho de Pinhel. 
Nas representações efectuadas pelo Teatro do Imaginário, num total de cinco, estiveram envolvidos vários actores (José Ferreira, Maria Gonçalves, Maria Luísa Mesquita, Diana Lopes, Daniel Ferreira e Daniel Rocha) com o auxílio inestimável de todos os elementos do Grupo de Amigos do Manigoto e dos proprietários das Casas do Juízo. Os textos foram da minha autoria, assim como o trabalho de encenação e direcção de autores. Daqui a uns dias dou mais pormenores sobre o trabalho de equipa que fez com que fosse possível ver e fazer  teatro no meio de uma Feira das Tradições muito movimentada.
Todas estas fotos são da Câmara Municipal de Pinhel.
 



 

segunda-feira, março 03, 2014

Algumas fotos das representações em Pinhel


Algumas imagens de um fim-de-semana teatral em Pinhel. O Teatro do Imaginário, do Grupo de Amigos do Manigoto (GAM), levou o teatro à Feira das Tradições e provocou sorrisos no público presente. Dentro de dias já temos mais alguns registos para mostrar. As primeiras são imagens da promoção das Casas do Juízo, casas de Turismo Rural em Juízo, no concelho de Pinhel. A última é da aldeia do Manigoto e quis mostrar um pouco da rica história e dinamismo dessa bela aldeia.
Todas estas fotos são da Câmara Municipal de Pinhel.